sexta-feira, 30 de novembro de 2007

%$#@!!

Poizé, poizé...
Como nem só de design se faz meu orçamento, mendigo umas legendagens aqui e ali, quando a moça da produtora se digna a lembrar do meu nome (que bom que só lembrou dele agora, porque o final do período estava mais enrolado do que nunca).

É, meu povo, com tradução e legendagem se aprende muita coisa além de inglês e dos padrões que essa gente inventa.

Mas eu, como tradutora "junior-iniciante-ralé-extra", só pego a "créme de la créme", vocês podem imaginar.

Uma das poucas exceções foi um programa da Mostra Ver Ciência que dizia que o homem não "evoluiu" do macaco, mas que somos na verdade primos deles. Bem interessante. O documentário explorava nossa relação com nossos primos macacos, com direito até a comparação entre nossa vida sexual e a deles, muito mais liberal... rs (é pena que a Mostra já passou, mas da próxima eu aviso).

Traduzi City Slickers, um filme de 1991 do Billy Cristal, pura desculpa pra ele fazer piada, mas que diverte na Sessão da Tarde. Valeu a pena, pelo menos, ver o cowboy durão interpretado por Jack Palance, o cara que tem uma carreira enorme, mas participou da minha infância como apresentador do "Acredite... Se Quiser!" =D

Já fiz até programa sobre orçamento doméstico. Mas agora os clientes da produtora se superaram.

Estou traduzindo, no momento, The Jerry Springer Show, o programa no qual o Ratinho se "inspirou" pra fazer o programa dele. Realizem... O próprio programa se diz "o pior programa da televisão", e já está na décima terceira temporada!

O bendito é palavrão do início ao fim (devidamente cobertos por um "pííí" e traduzidos como %$#@!!), nas situações mais escabrosas possíveis: uma mulher pega o amigo do namorado, a outra vive às custas de um cara e pega o amigo dele, o outro queria fazer um ménage à trois com a esposa e aparece vestido de mulher, e daí para baixo... E isso brigando e se xingando, em frente a uma platéia que parece estar numa rinha de galos, incentivando, xingando e provocando os participantes, todos claramente (péssimos) atores pagos. Não sei se a minha descrição alcança o nível de bizarrice do negócio.

Faz pensar em Wagner Montes, Datena e tantos outros...

O apresentador já foi prefeito de Cincinatti, e foi obrigado a renunciar depois que se descobriu que ele tinha contratado os serviços de uma prostituta, aparetemente com dinheiro da prefeitura... E depois apareceu em campanha para governador, admitindo que tinha mesmo pago à moça, mostrando sua "honestidade", e que não tinha medo da verdade, "mesmo que ela doa".

Bem, este fim-de-semana vai ser o segundo de três programas que eu recebi dessa série pra traduzir. Depois disso, tô disposta até a pegar outro City Slickers...
Pelo menos dava risada das caretas do Billy Cristal e matava as saudades do Jack Palance.

Um comentário:

Gustavo Rodrigues disse...

#$%#$@%# Macedo!! Há quanto tempo vc não escreve aqui nessa %$#@#% de blog ,não é mesmo $#%$!

Seja bem vinda novamente a essa #@$#@!@#!$!@%!# e espero que os !@#%@#$¨dos seus leitores respondam bem pra $!@@#! !!! heheehe

Beijunda!